segunda-feira, junho 12, 2006

Circo montado no CEPRI

Bom, e a creche abriu as portas!
Nós, alunos do ensino superior na área das ciências sociais, analisamos quotidianamente a sociedade portuguesa, fazendo diagnósticos e pensando em saídas. Somos unânimes em apontar a falta de maturidade política nacional como um dos problemas de fundo de Portugal. Todavia, na nossa própria casa somos incapazes de dar o exemplo!
Pois é, por uma guerra que se prende com a natureza dos comentários feitos a certos posts eliminou, primeiro, a possibilidade de comentar posts, depois saiu um contributor (que embora nem sempre partilhe da sua visão, reconheço ser uma pessoa de valor e importante para a vida do blog) e agora temos comunicados da direcção do CEPRI. Tanto quanto pensava, o blog do CEPRI era um espaço livre, pautado pelo bom senso e que não carecia da intervenção dos órgãos sociais do Centro de Estudos. Aliás, de acordo com os estatutos – que vi serem escritos e ajudei a aprovar – julgo que o CEPRI não tem poderes de intervenção na gestão do blog. Se houve uma alteração estatutária e isto já é possível, parece-me profundamente errado!!!
Por muito respeito que tenho pelos alunos do primeiro ano, custa-me muito perceber porque é que um, pelo menos, é administrador do blog (e isto assumindo que as informações de que disponho estão correctas). É importante que participem e que discutam connosco, aumentando o nível de aprendizagem de todos. Agora, atribuir poderes de gestão de um espaço onde se fala de política a um aluno que só agora começa a perceber o que está em jogo parece-me irresponsável e desprovido de nexo. E isto já para não falar nas competências de cada um para responsabilizar seja quem for! Os alunos de primeiro ano são muito importantes, devemos apoia-los e trazê-los para a discussão (ainda para mais num cenário em que apenas um contribui!), mas temos que ter em atenção o papel de cada um!!! Não digo que estes não possam ter um poder real, mas têm que se afirmar primeiro! No que é respeitante a este mesmo assunto, também não percebo porque é que certos alunos foram retirados da lista de contributors e outros nunca foram convidados. Dou-vos, respectivamente, os casos de dois alunos cujas competências são indiscutíveis: Hugo Marchante e Tiago Lemos, ambos do 4º ano de Relações Internacionais.
Quando fui secretário-geral do CEPRI batalhei para que a Ciência Política fosse incluída no Centro de Estudos. No ano seguinte, quando ocupava o cargo de vice-presidente da mesa de assembleia-geral, vi o meu curso (do qual visto a camisola) ser incluído (e bem) pela mão da Filipa Laborinho, passando o CEPRI a Centro de Estudos de Política e Relações Internacionais. É bom que isto assim continue! As Relações Internacionais, para além de serem uma das várias disciplinas da Ciência Política, carecem de alguns aspectos por esta fornecidos, não obstante desta relação ser biunívoca. Precisamos uns dos outros! A preponderância de um curso sobre o outro não trás nada de bom, augurando um mau futuro para o CEPRI e para o blog.
Se não estão satisfeitos com alguma coisa que foi escrita, não se censurem uns aos outros e exponham argumentos. E não argumentos fáceis, daqueles que se dizem pensando que se está no alto de um pedestal! Debatam ideias e não procurem atribuir responsabilidades antes de fazer valer os vossos argumentos – que, se forem bem apresentados, anulam por completo qualquer hipotética necessidade de atribuição de responsabilidades, assumindo que alguém aqui tem legitimidade para o fazer!
Esta pseudo-crise que se está a passar não é responsabilidade de ninguém em particular, mas sim de todos que aqui escrevemos. Espero que a maturidade apareça nas almas de quem não a tem e que possamos voltar rapidamente ao ambiente normal do blog, ainda para mais esta altura onde postar tem um efeito terapêutico, como forma de escape aos exames.

Um abraço e tomem juízo!

15 comentários:

Filipe G. Zuluaga disse...

Só queria aproveitar para esclarecer três pontos no debate:
- Os privilégios de administrador foram concedidos sem regras específicas, mas entre os que os tinham encontravam-se o Presidente da Direcção, a Vice-Presidente e o Presidente da Assembleia Geral. Uma vez que um dos novos Vice-Presidentes é o Rui Saraiva, a nova Direcção decidiu alargar-lhe poderes tal como tinha sido feito com a anterior Direcção.
- O Blog efectivamente não está enquadrado nos Estatutos, mas como ele não pode existir num estado de anarquia tem que haver um meio de regulá-lo e, enquanto não forem criadas regras específicas para o seu funcionamento, esse meio é a Direcção do núcleo.
- Finalmente, no momento da criação do Blog foram feitos convites a todos os alunos de RI e CP que nos tinham dado o seu endereço de e-mail e renovamos esses convites quando o Blogger apagou metade da nossa lista de Contributors. O convite do Tiago está por responder desde Dezembro do ano passado e o do Hugo foi renovado imediatamente ele nos avisou da situação e também está ainda por responder.

Rui M. F. Saraiva disse...

Olá Diogo,
Claro que os alunos de outros anos têm mais preponderância pelo facto de terem mais experiência e estarem mais avançados no curso, por isso faz sentido que sejam eles a administrar ou seja o que fôr que queiram fazer.
De facto parece que houve uma altura que me deram essas funções de administrador (só soube disso quando alguem andava a apagar os meus comments à 2 dias atrás) que nunca sequer usei, porque tinha sido recentemente eleito na lista do CEPRI. Sempre achei que podia contribuir para esta instituição e para o blog que pertence aos alunos de RI e CP. Quero desde já disponibilizar o meu cargo no CEPRI,e se de facto alguem achar que pode ser uma mais valia nesse cargo, continuarei da mesma forma a contribuir com o que posso.
Não estou lá para controlar ou com 2as intenções, ou seja o que fôr.
Acho que todos os alunos dos dois cursos deviam ter um username aqui no Blog.
Nunca disse a ninguem que era um sábio ou expert em política, sou até bastante ignorante.
De qualquer modo nunca fiz reverência a ninguem, nem pretendo vir a fazer no futuro, mas sempre respeitarei qualquer um dos meus colegas.

Cumprimentos

Tiago Lemos disse...

Filipe, não me recorda de alguma vez quem quer que seja do CEPRI me ter endereçado um convite para ser contributor do Blog. Não duvido da tua palavra mas, acho estranho,certamente me recordaria do convite pois tê-lo ia aceite de imediato. É pena que só agora que o ano está a acabar tenha disto conhecimento, no entanto, teria muita honra em que esse convite me fosse dirigido.
Quanto à temática que agora domina o nosso Blog, tenham juízo e não utilizem o meio que mais visibilidade dá ao CEPRI como meio de disputa pelo poder, nem para resolverem querelas pessoais.
Tiago

D.Noivo disse...

Embora não tenha fulanizado a questão no meu post (porque achei que era contraproducente e escapava por completo ao âmbito pretendido), os comentários que tive foram mais ou menos aqueles que esperava – porque em Portugal há uma tendência natural para “enfiar o barrete”, mesmo que não seja isso que se pretende.
Relativamente aos três pontos trazidos a debate pelo Filipe Zuluaga, vejamos:
Quanto ao terceiro ponto, nada há a dizer. Os convites foram feitos e as exclusões de contributors foram alheias aos gestores do espaço.
Quanto ao segundo ponto, julgo ser importante prestar atenção a alguns aspectos. Este é o quarto blog no qual escrevo e, em experiências anteriores, nunca me deparei com situações de anarquia. Aliás, a própria lógica de funcionamento do blogger tem um conjunto de salvaguardas que evita desvarios. E, em boa verdade, com que tipo de anarquia podemos nós nos deparar? Mais, não estando o blog contemplado no enquadramento estatutário, não me parece assim tão óbvio que a competência da sua gestão seja da direcção (e com isto não a estou a contestar, pois entendo que é das mais competentes que o CEPRI teve nos últimos anos).
No que é respeitante ao primeiro ponto, parece-me que houve a intenção de institucionalizar a administração do blog, ainda que de forma não intencional. Se de facto se pretende “colar” os administradores do blog aos corpos sociais do CEPRI – e não estando isto contemplado nos estatutos – julgo ser matéria para uma Assembleia-Geral.
O Rui também comentou, mas parece-me que não percebeu a minha intenção – porque admito não ter sido (eu) suficientemente claro.
A sua participação é louvável, visto estar agora a iniciar a sua vida na academia, estudando um assunto que é, notoriamente, do seu maior interesse. Isto é de salutar!
Inclusive, saliento no texto a extrema importância da continuidade da sua participação e, se possível, também a participação de outros alunos do 1º ano. Como tal, é absurdo que ponha o seu lugar à disposição. Não é isso que é pedido (muito antes pelo contrário!), nem tão pouco eu tenho legitimidade para o fazer. O que digo é que, neste momento, o CEPRI e o blog com o mesmo nome são coisas diferentes, logo nem a responsabilidade de ter sido administrador é do Rui, nem ele tem que por o seu lugar à disposição. O seu cargo no CEPRI é uma coisa e a sua participação no blog é outra, completamente diferente!
Relativamente aos experts e aos ignorantes em política, a única coisa que posso dizer é que, estando agora a terminar a minha licenciatura, não tenho certezas científicas sobre nada. Tenho sim a convicção que tenho muito para explorar, aprender e que estou munido das bases para o fazer. Decorrente disto está o que afirmei no post: aprendemos uns com os outros! E isto é que importa! E note-se que ninguém referiu ninguém! Espero que o Rui continue a contribuir da maneira constante e construtiva como sempre fez.
O que acho que não pode acontecer (e que já aconteceu noutros tempos) é que os corpos sociais do CEPRI se imponham à massa estudantil dos cursos de RI e CP. E, quando quero comentar um texto e me é negada essa possibilidade, fico naturalmente mal disposto! Quando vejo posts da direcção do CEPRI a tentar resolver quezílias entre contributors no blog, também não fico particularmente agradado, já que se trata de um espaço livre, somos todos pessoas capazes e com aptidão argumentativa suficiente para fazer valer as nossas posições.
Um abraço e julgo estar na altura de sermos responsáveis e não fazermos “tempestades em copos de água”!

SEBASTIAO disse...

O circo já está montado, já temos os palhaços, a macacada, só falta as pipocas e o refrigerante. Triste figura!

Filipe G. Zuluaga disse...

O sistema de convites do blogger nunca me convenceu e agora já confirmei que efectivamente não é fiável. Assim já percebo porque provavelmente mais de metade dos convites nunca foram respondidos: os destinatários não os devem ter sequer recebido. É pena porque os debates poderiam ter sido, ao longo do ano, muito mais ricos!

D.Noivo disse...

Capazes como somos, ultrapassaremos os problemas (que, na minha opinião, não o deveriam ser).
Voltando a uma das questões que levanto no post, a censura, gostaria de reforçar que o debate deve ser total, mesmo quando a meio do debate de questões importantes para todos, temos que levar com “pérolas” como aquela que o Sebastião (personagem que desconheço) fez questão de nos deixar!
Não o devemos censurar! Deixem o Sebastião comentar! Facilita-nos a vida! Em vez de termos que desmontar os seus argumentos, ele faz isso por nós quando se desacredita com comentários deste tipo. Estão a ver como é fácil e não é necessário recorrer à censura?

Um abraço

Rui M. F. Saraiva disse...

Olá, vou tentar não personalizar tanto o debate, obrigado por me chamarem à atenção, no entanto essa personalizção era um pouco inevitável porque por enquanto era aqui o único aluno do 1ºano representado e por isso assumi se calhar de forma errada ou não, que o post era tb dirigido a mim.
Sempre pensei que este blog tivesse um ligeiro cariz institucional visto que o própio nome do blog evoca esse facto (mas aqui sim reflecte-se bem o facto de ser do 1º ano, pois não sabia como decorria o funcionamento do blog nos anos anteriores).
No entanto a instituição CEPRI, só existe por causa da "massa estudantil" dos cursos de RI e CP, por isso o CEPRI não se deve impôr aos alunos como ressalva o Diogo, mas isso não significa que não assegure o bom funcionamento do blog o que implica não deixar apagar posts ou comentários, mas também faz sentido esta questão ser discutida em Assenbleia Geral sem esqueçer que aqueles que pertencem à direcção do CEPRI não deixam de ser também alunos da universidade e dos referidos cursos...
Dou desde já as boas vindas ao Tiago Lemos, e espero que todos os alunos possam vir a ter um username e assim o blog prosseguir com a função para a qual foi criado.


P.S.- acho piada ao paternalismo do recorrente "tomem juízo"...

P.S.2- Olá sebastião parece que o o teu contributo para o circo também é fundamental, resta saber se te incluis no lado dos palhaços ou da macacada...

Cumprimentos

D.Noivo disse...

Pois aqui é que eu não concordo! Como não somos seres incapazes! São os próprios contributors que devem ter a responsabilidade de responder aos comentários que têm nos seus posts, se não parece que nos estamos a escudar numa censura (da qual, mesmo por principio, discordo) feita por um orgão que não tem competência para a fazer! O debate deve ser livre de regulações não contempladas nos estatutos. E parece-me errado que nós, alunos aos quais são pedidas aptidões argumentativas e conhecimento cientifico, recorramos à censura (que pode ter efeitos perniciosos) como forma de ter um blog todo bonitinho! Sou contra a ideia por principio! Lamento imenso, mas acho descabida e errada a ideia de limitar a liberdade de expressão no blog! Coisa que ainda pode ter um outro efeito negativo: se já há um problema em aproximar os alunos do CEPRI, não acham que limitando a palavra no blog isso ainda vai ser mais dificil? O "bom funcionamento" do blog tem que ser feito por todos aqueles que nele escrevem!
É um facto que a direcção do CEPRI é composta por alunos dos cursos de CP e RI, mas isso não lhes confere mais direitos, mas sim mais responsabilidades (pelo menos foi assim que entendi os meus dois mandatos!) E é exatamente isso, Rui! O CEPRI apenas existe devido à massa estudantil dos 2 cursos! É importante salientar isso!

PS - admito que o tal "paternalismo" tenha soado mal, mas quando vou para comentar um post e sou impedido devido a guerrinhas entre contributors, acho que esse "paternalismo" é legitimo.

Um abraço!

SEBASTIAO disse...

MAs querem la ver que as abelhinhas picaram-se? Já uma pessoa não pode dizer o que pensa? Ta bonito isto!

Rui M. F. Saraiva disse...

Olá
Diogo e Sebastião estamos todos a lutar pelo mesmo, a liberdade de expressão aqui no blog.
Eu própio fui por demais vítima da censura aqui, como já referi até chegaram a entrar nos meus posts, modificá-los e apagá-los.
Como referi no comentário anterior acho que a unica coisa que deve ser assegurada é que não apaguem comentários nem posts, nem entrem nos posts dos outros, e que em relação aos posts todos possam assinar com o seu nome, e em relação aos comentários até sou a favor dos anónimos visto que este é um blog acessível a qualquer pessoa que não seja contributor ou da universidade, é um blog público.
Quanto ao facto de quem terá essa administração do Blog como disse espero que não tentem enfiar as pessoas do CEPRI numa espécie de Jaula Dourada, que por serem da direcção então parece que deixam de ser alunos também como os outros.
Tem que se arranjar um critério.
De qualquer modo acho que devia haver a regra que quem tivesse essas funções de administrador, não pudesse apagar posts e comentários dos contributors. Mas toda esta questão deverá ser discutida em Assembleia Geral. Espero também que não se faça a divisão alunos/CEPRI porque são interdependentes. No entanto acho importante ressalvar que é benéfico existir uma direcção porque é preciso responsabilizar alguem pelas actividades do CEPRI, é preciso tb que alguem coordene e dirija essa actividados no mandato de um ano que lhe cabe. Para o ano certamente alternativas surgirão nas eleições.
Não entrei em nenhuma "guerrinha" com qualquer contributor só pretendi comentar posts e que os meus comments não fossem apagados. Aliás aqui em relação à censura estamos todos 100% de acordo, penso eu.

Cumprimentos

P.S.- Sebastião também disse o que pensava, ficaste picado?

D.Noivo disse...

Agora fiquei ofendido Rui! :)
"Meteste-me no mesmo saco" que o Sebastião!
Aliás, impõe-se uma questão:
O que é um Sebastião?
Assim de repente só me lembro de dois:
Um era um sapo num programa infantil, que dava nas manhãs da RTP há uns anos, apresentado pelo Manuel Luis Goucha (ainda com aquele bigodinho tipicamente lusitano!); e outro "desinteirou-se" no norte de Africa e é suposto aparecer numa manhã de nevoeiro (mas também já ninguém acredita muito nisso...).

Um abraço

Rui M. F. Saraiva disse...

Olá Diogo,
Peço imensa desculpa, não me apercebi do grave erro!!!!
Quando será que o Sebastião aparece do nevoeiro que é o seu nickname...

Tiago Lemos disse...

Lembram-se da música do Sebastião, o “amigo” do Goucha? “Sebastião come tudo tudo tudo, Sebastião come tudo com a colher…” lol

Rui, quanto ao “paternalismo”, creio que do alto dos meus 28 anos e dos quase 9 anos de Lusíada (5 de Direito e quase 4 de RI) é inevitável que ele se manifeste. Ás pessoas que escrevem e dirigem este Blog exige-se maturidade, dai o “tenham juízo”.

Modestamente, dado que não sou membro do CEPRI nem contributor do Blog, considero que os contributors devem ser alunos e ex-alunos dos cursos de CP e RI que se dediquem, continua e efectivamente, à elaboração de textos relevantes nas áreas da Ciência Politica e Relações Internacionais. Note-se que, na actual lista de contributors constam 14 inscritos, mas efectivamente só 4 ou 5 mantêm o Blog activo. Há lá pessoas que nunca colocaram um único texto.
A administração do Blog deve caber à direcção do CEPRI que é eleita pelos alunos, alunos estes que são os principais beneficiários deste Blog, mas isto não significa “lápis azul”. Os contributors, obviamente, devem gozar de plena liberdade intelectual. A administração do Blog deve funcionar como um mero moderador, nada mais. Deve estar atenta a posts que nada tenham a ver com os fins do Blog, não deve permitir obscenidades nem ofensas pessoais ou colectivas…
Por questões óbvias é impossível que todos os alunos dos 2 cursos sejam contributors do Blog, mas não lhes deve ser negado o direito de comentar e responder. Aliás, este direito deve assistir a todos, mesmo aos “Sebastiões”, esses eternos habitantes do nevoeiro.

Acabem com esta discussão e voltem à normal actividade do Blog. O que houver para resolver façam-no na sede do CEPRI.

Obrigado Rui por, mais uma vez, dares a possibilidade a todos de lerem os magníficos artigos do Professor Marques de Almeida. Sei que esta altura é complicada para todos nós por causa dos exames, mas continuem atentos e não deixem adormecer a questão de Timor.
Um abraço a todos
Tiago

piffadix disse...

Olá,sou estudante de engª do ambiente e um vosso leitor regular e tenho que admitir que todas estas quezilias me deixam a pensar: Não será por causa de guerrinhas internas que o nosso país não anda para a frente? Imaginem só, se por causa de um simples blog (que gosto muito, mas realmente não passa de um blog) há todos estes problemas, quando tiverem um país nas mãos...
Não está na hora de toda esta nova geração de politicos e relações públicas se tornarem em cidadãos objectivos e conscientes??
Mostrem trabalho, vontade e determinação em mudar e evoluir. Guerrinhas internas já temos muitas.

Um abraço e continuem o bom trabalho realizado à parte de todos os vossos problemas internos