domingo, setembro 17, 2006

Chegada a Madrid

Pois é, caros amigos, já estou em Madrid. Completamente instalado e a conhecer os encantos desta cidade.
Até agora, “todo vá bién”, mas a chegada não foi assim tão fácil...
Apesar de não me ter perdido nas muitas estradas madrileñas (o que contrariou o hábito) e de ter ido direitinho à casa onde passarei os dois próximos anos da minha vida, ao abrir a porta do meu quarto deparei-me com uma ou duas situações que me fizeram desesperar.
De caixotes em riste, entro no quarto e constato que é consideravelmente mais pequeno do que aquilo que tinha na memória. Mas nada que o bom e velho espírito do desenrasca lusitano não resolvesse prontamente. Enquanto arrumava os tarecos tive que ir fazendo a limpeza, já que a alminha que aqui tinha estado antes se esqueceu de apanhar papeis, pó, roupa, etc. Mas enfim, nada que não se fizesse! Agora o drama veio depois. De entre a muita tralha deixada pelo anterior inquilino figurava uma t-shirt do Ché Guevara, mercenário e herói dos ignorantes. Foi a gota de água! Lá o pó, o lixo, a roupa, ter que pisar os meus livros por falta de espaço…isso ainda é tolerável, agora a porra da t-shirt é que já é abuso!!! Forrei as mãos em papel, apanhei o malfadado pano e coloquei-o no devido sítio (leia-se caixote do lixo!). Desde esse momento, tudo corre às mil maravilhas!
Ainda não tenho net em casa, mas farei tudo por tudo para ir postando com assiduidade.
Espero que estejam todos bem!
Abraços e beijinhos!

Diogo Noivo

3 comentários:

Filipe G. Zuluaga disse...

Ainda bem que a transição espanhola está a correr bem!
O lado positivo do teu encontro com o comunismo é que o facto de o antigo inquilino ter deixado a t-shirt para trás poderá ser um sinal de que já não gostava dela. Se é assim, existe a possibilidade de ter abandonado essas vias corruptas e se calhar agora é um feliz democrata. Esperemos que assim seja!

O Prevenido disse...

meu querido amigo, é com muita satisfação que vejo que já estas instalado e pronto para desbravar a terra dos nuestros hermanos... quanto ao facto do anterior inquilino ter em sua posse (em dada altura, claro!)uma t-shirt com tais simbolismos, só pode demonstrar, como tu disseste e bem, ignorância. Mas meu amigo, temos que dar liberdade a essas (a)normalias e derivações do ser humano, pois só assim seremos nós tambem livres e como diz o filipe democratas.

grande abraço

D.Noivo disse...

Claro que sim Prevenido! Uma das muitas coisas que nos distingue do radicalismo de esquerda é a tolerância. Todavia, asseguro-te que foi uma experiência traumática!
Pois é Filipe, pode ser que tenha posto o maniqueismo de parte e tenha abraçado o liberalismo, o respeito pelos direitos humanos e o Estado de Direito Democrático.
Grande abraço!