quinta-feira, abril 20, 2006

Universidade Lusíada de Lisboa no World MUN 2006

De regresso da China, a Universidade Lusíada de Lisboa registrou novamente uma excelente participação na edição deste ano do Harvard World MUN, com a atribuição de um Diplomacy Award, conseguido por Diogo Noivo, estudante finalista de Ciência Política, que representou a Argentina no Comité de Desarmamento e Segurança Internacional. Este é a primeira vez que um estudante português consegue um prémio neste evento.

O intercâmbio cultural e académico ao longo dos cinco dias que durou o evento foi impressionante e constituiu uma fonte de experiências que dificilmente se podem esquecer. Mas não só a parte de trabalho foi importante, as visitas turísticas e as festas foram igualmente (ou ainda mais) apreciadas.

A participação dos nossos alunos foi excelente, pois conseguiram integrar, nas resoluções finais de todos os comités, as propostas por eles defendidas.

O elevado número de delegados portugueses presentes no evento permitiu uma ampla divulgação da nossa Universidade e do país em geral.

Os óptimos resultados obtidos este ano, que consolidam os passos dados nos três anos anteriores, são um forte incentivo para que o CEPRI organize uma nova participação da nossa Universidade no World MUN 2007.

6 comentários:

Gongas disse...

Those are my boys....
Quando os vi ainda todos eram uns caloiros medrosos... E agora pegaram num projecto que ainda não sabia mto bem o que ia ser dele e pimbas... Tornam-no internacional... Um abraço Parabéns.
PS: DIOGO MEU SACANA, NUNCA ME ENGANASTE... TU 'TÁS LÁ...

Tiago Lemos disse...

Do WorldMUN fica, sobretudo, a experiência e ensinamentos adquiridos e as relações de amizade estabelecidas com colegas estudantes de todo o mundo. O WorldMUN constitui, sem dúvida, uma experiência única, possibilitando o contacto com as mais diversas pessoas, diferentes culturas e pluralidade de ideias. O forte realismo que reveste o evento exige um grande empenho e preparação por parte dos participantes, sendo extremamente recompensador e fonte de orgulho ver o nosso trabalho reflectido nas Resoluções finais. Pessoalmente, trago muitas e boas recordações deste WorldMUN 2006, mas jamais esquecerei o momento em que, na cerimónia de encerramento, ouvi ser proferido o nome do meu colega e amigo Diogo Noivo como vencedor de um Diplomacy Award. Parabéns a ti, Diogo e parabéns a nós, Equipa Lusíada WorldMUN 2006. Espero que as portas por nós abertas jamais se fechem.
Tiago Lemos

Rui Santos Vieira disse...

É pena que saquele grupo so se safe o Diono Noivo....

Parabens na mesma! Muito sucesso!

D.Noivo disse...

Bem, antes de mais deixem-me agradecer o apoio, os parabéns e os desejos de felicidades que tenho recebido.

Claro que receber um prémio, ainda para mais tendo em atenção o galardão que foi, é extremamente gratificante, mas de nada vale se não for reconhecido.

Sei que não terei acesso ás mesmas condições que os meus colegas que também ganharam um Diplomacy Award. Não terei bónus na média de licenciatura, ofertas de trabalho, a minha Universidade a interceder por mim junto de qualquer estabelecimento de ensino para o qual queira ir fazer mestrado, etc, pois Portugal não está devidamente alertado para eventos desta natureza, para a sua exigência nem para a sua importância.

Por isso, o que conta é o apoio de grandes amigos como o Tiago, o Gongas e tantos outros, bem como o reconhecimento dos meus professores.

Todavia, gostaria de salientar que, embora o prémio tenha sido individual, trabalhei sempre em conjunto com a minha equipa, nomeadamente com o Tiago Lemos e com o Luís Albogas, visto estarmos com tópicos de trabalho muito similares. A ajuda e apoio da minha delegação foram peças muito importantes. Mais do que isso, foram vários os delegados portugueses a se destacar nos seus comités. No cômputo geral, a participação portuguesa no World MUN 2006 foi muito profissional e dedicada.

Nada disto teria sido possível sem o apoio incondicional da Universidade Lusíada de Lisboa e da Junta de Freguesia de Santa Maria de Belém. A eles, o meu muito obrigado por me terem proporcionado uma experiência inesquecível e a possibilidade de ganhar este prémio.

mary aldim disse...

Grande experiência esta viagem até China, para representar a Argentina!! Sim Sr., voltava a repetir!! Gostei muito de todo o trabalho que este projecto envolve, não havendo dúvidas que é um grande treino para muitos de nós que ambicionamos fazer desta experiência uma realidade para as nossas vidas!
Diogo:
Já tive oportunidade de te dar os Parabéns, mas como nunca é demais, mais uma vez te digo: Muitíssimos Parabéns! Mais do que ninguém tu mereçeste, pois vi como trabalhaste para isso! Assim é que é! É pena realmente que em Portugal não se dê valor as estes projectos! De qualquer forma mostra o que vales, pode ser que algumas portas se abram para ti!
E como houve um pioneiro neste diploma, quem sabe se em Portugal não começam a dar mais valor aos estudantes??

Passarinho disse...

Quero dar os parabéns aos meus colegas pelo trabalho efectuado na edição de 2006 do WM.
No entanto, permitam-me endereçar saudações especiais a três ou quatro elementos.
Em primeiro lugar, desejo os parabéns ao Diogo, meu amigo e companheiro, que teve o mérito e a persistência de levar este projecto para a frente face aos entraves de colegas e dos demais intervenientes.

Em segundo lugar, prestar a minha homenagem a um colega perspicaz, inteligente, organizado e, acima de tudo, uma óptima pessoa: parabéns Primo.

Em terceiro lugar, é impossível não referir o empenho e cutilância do Filipe.

Por último, quero endereçar daqui um enorme abraço a um dos melhores e, mais puro, amigo e colega que tenho: Nuno Van Uden. Um grande abraço para si seu Tôr.

Parabéns a todos, passarinho.