sexta-feira, novembro 11, 2005

OFF-SIDE

Um dos pressupostos básicos que deveremos ponderar face a comparações entre os EUA e a Europa, em termos constitucionais, é a segurança.

Será a Europa um complexo de segurança?

Uma comunidade política?

A Europa, ao contrário dos EUA, não possui capacidade de projectar, individualmente, a sua segurança, nem tão pouco, o seu projecto político e, daqui decorrem duas consequências: qual o relevo que uma nova arquictetura constitucional, de carácter federalista, acrescentaria a estas ineficácias; e, consequentemente, qual os efeitos prejurativos advindos de tal opção?
Resposta: o fim da ilusão. Ilusão que dura vai fazer um século, em 1914.

A missão civilizacional europeia não morreu, simplesmente, foi trespassada e, adquirida pela face regeneradora do Ocidente: O Novo Mundo.

Somos velhos e, patéticos.

É o fim da História.

Para os Europeus.

3 comentários:

Tio Quim disse...

A Europa não é só a França.. :))

D.Noivo disse...

Não diria melhor em tão poucas palavras.

PS - Será que posso falar num Garcia Pereira 2?
É provocação companheiro!

Passarinho disse...

Lol